Audiência: Não somos órfãos, Maria é Mãe da esperança



Audiência: Não somos órfãos, Maria é Mãe da esperança
10 Maio
2017
Escrito por: Cássia Nunes
Publicado em: Regional

Durante a última Audiência Geral (10/05), o Papa Francisco conduziu sua catequese com o tema: Maria, Mãe da esperança.

Chegando próximo ao dia das mães, somos chamados a nosso olhar em Maria, nessa mãe que cuida, que protege e que nos traz a esperança. No caminho da sua maternidade, Maria teve que atravessar mais do que uma noite escura. Ainda jovem, disse “sim” à proposta do Anjo Gabriel, embora não soubesse de nada do que lhe esperava. Mas ela não é uma mulher que se deprima e lamenta diante das dificuldades e incertezas da vida. Pelo contrário, é uma mulher que aceita a vida como vem, com os seus dias felizes mas também com as suas tragédias.

Pensemos na noite mais escura de Maria: a crucifixão do seu Filho, quando boa parte dos amigos O abandonou. As mães nunca desistem, nem abandonam. Enxergamos Maria ao pé da cruz, como estará sempre que for preciso manter uma candeia acesa na noite escura. Nem Ela mesma conhecia o destino de ressurreição que o seu Filho, naquele momento, estava a criar para todos nós.  Os Evangelhos somente dizem: ela estava. No momento mais cruel, Ela sofria com o Filho. Ela simplesmente estava ali. Todos nós conhecemos mulheres fortes que acalmam os sofrimentos de seus filhos.

É necessário que cada um de nós faça essa reflexão: quem é Maria em nossa vida hoje? Quem é a pessoa, que assim como Maria, sofre conosco e acalma nossos anseios?

Em Pentecostes, no primeiro dia da Igreja, reencontramos Maria como Mãe da Esperança em meio àquela comunidade de discípulos tão frágeis: um tinha negado o Mestre, muitos tinham fugido, todos tinham medo. Maria simplesmente estava lá no seu modo normal de ser, como se fosse algo natural o que estava acontecendo.

Que nesta data, aproximando-se do dia das mães, olhemos com mais calma para Maria e a esperança que ela nos traz, tendo a certeza de que caminha e nos ampara em todos os momentos de dificuldades em nossa vida. E lembremos sempre da reflexão que nos deixa o Papa Francisco: Maria nos ensina a esperar, quando tudo parece sem sentido. Por isso, todos nós A amamos como Mãe. Não somos órfãos, temos uma mãe no céu. Nos momentos de dificuldade que ela possa nos dizer ao coração: levanta, olha adiante, olha o horizonte, porque ela é Mãe de esperança.

 

 

Lida 190 vezes

Notícias por Diocese

Últimos Eventos


Sem eventos

Apoiadores