E aí tchê
Em missão pela vida
FacebookTwitterInstagramYouTube

Coordenação regional da PJ reúne-se em São Leopoldo para formação sobre teologia feminista

Publicada em 21/11/2018

  • Coordenação regional da PJ reúne-se em São Leopoldo para formação sobre teologia feminista

Com o objetivo de encaminhar as atividades e propostas da 15ª Ampliada Regional da PJ do RS realizada em Passo Fundo no mês de junho, a Coordenação Regional da Pastoral da Juventude (CRPJ) esteve reunida nos dias 17 e 18 de novembro no Centro de Espiritualidade Padre Arturo (CEPA) em São Leopoldo/RS, na Rede de Comunidades São João Batista.

Para dar início aos trabalhos, contamos com a parceria das Faculdades Est, do Projeto de Gênero e Religião, que trabalharam conosco a temática da Teologia Feminista, apresentando a importância deste projeto e os eixos geradores do mesmo: Ensino – Pesquisa – Extensão.

Feminismo é um movimento político que questiona as relações de poder, opressão e a exploração de grupos de pessoas sobre outras. Também refletimos o quanto a violência de gênero afeta significativamente a vida de tantas mulheres, quando ela sempre é a culpada de qualquer agressão sofrida, sendo sempre julgada a partir de como se comporta, como se veste, horário que está na rua e etc, como se algum argumento fosse capaz de justificar uma agressão sexual, física, psicológica, moral as mulheres, sem julgar o comportamento do agressor opressor.

A Teologia Feminista nasce da luta por justiça social. É uma teologia constituída a partir das experiências concretas das mulheres. Não é uma teologia universal, mas é uma diversidade de saberes teológicos. É uma teologia de libertação, que não veio para enfeitar, mas vem para chamar a uma reflexão profunda.

A necessidade de refletirmos com atenção, olhar e escuta evangélica a teologia feminista nasce a partir do Eixos: Formação, Ação, Espiritualidade e Articulação, sobre os quais estão alicerçadas as ações propostas pela PJ Nacional na Ampliada Nacional da Pastoral de Juventude, em Janeiro de 2017 (Crato-CE) onde foram deliberadas as demandas para o triênio (2017-2019), e a prioridade do eixo Ação é: “Promover uma Campanha para o Enfrentamento dos ciclos de violência (simbólica, psicológica, financeira, doméstica, sexual, midiática) contra as mulheres”. Atendendo a essa prioridade assumida pela Pastoral da Juventude Nacional, a Pastoral da Juventude do RS, iniciou em junho de 2018 a sua preparação para, em consonância com as atividades e propostas encaminhadas na 15ª Ampliada Regional da PJ RS, traçar linhas as suas linhas de Formação, Ação, Espiritualidade e Articulação na defesa da Juventude e das Mulheres para o Triênio 2019-2021, tendo a “ Campanha para o Enfrentamento dos ciclos de violência contra as mulheres” uma de suas prioridades, juntamente ao fortalecimento dos grupos de base, também prioridade para o triênio.

Durante o encontro, última reunião da CRPJ no ano de 2018 foram organizadas também as demais atividades referentes ao Plano Trienal (2019-2021) da PJ no RS. Também tivemos a felicidade de contar com a presença do Pe. Hilário Dick, o qual nos disse: "precisamos saber o que é ser resistência", suas palavras nos inspiram a jamais perder a esperança na Civilização do Amor, projeto que nos move em nossos dias, nos nossos grupos de base, em nossas dioceses, em nossa vida comunitária. 

Fonte: Por Michele Corrêa e Ângelo Alvarez Rodrigues

E aí tchê

Subsídios

© 2017 - E aí tchê Site produzido pela Netface