E aí tchê
Em missão pela vida
FacebookTwitterInstagramYouTube

Bote Fé 2018 terá momento especial para partilha de ações missionárias

Publicada em 24/10/2018

  • Bote Fé 2018 terá momento especial para partilha de ações missionárias

Jovens de todo o estado se preparam para estar em Parobé, no dia 24 de novembro, participando do Bote Fé, a festa da unidade da juventude católica do Rio Grande do Sul. Até a chegada ao Bote Fé, eles já vivenciam uma experiência missionária, seja nos encontros com seus grupos, seja no convite e mobilização de outros jovens para participarem desse grande encontro em que trazem suas diversas motivações para celebrar. Mais do que um encontro de confraternização e celebração, o Bote Fé também se propõe a ser um momento de partilha das ações missionárias desenvolvidas nas dioceses. Pensando nisso, a programação do Bote Fé 2018 reserva um momento especial para essas partilhas, chamado de “Chuva de Rosas”.

A intenção do projeto Chuva de Rosas é mostrar que quando se fala em experiências missionárias não se trata somente de sair para lugares com realidades diferentes para anunciar o Cristo a pessoas em situações de vulnerabilidade, mas trata-se também da evangelização que se faz no dia a dia, nas realidades em que os jovens vivem, estudam e trabalham. Portanto, o Chuva de Rosas é uma oportunidade para que cada diocese partilhe sua experiência de missão realizada nas paróquias e setores diocesanos da juventude.

“Inspirados por Santa Terezinha queremos provocar todos os jovens a resinificarem a ideia de missão, queremos contemplar o bem que se desenvolve e o amor que se deposita em tantos lugares onde os jovens têm dado testemunho de uma igreja em saída. Com isso queremos perceber e fazer perceber a chuva de rosas de amor que se derrama em tantos lugares e que fazem tanto bem a tanta gente”, dizem os organizadores do Projeto.

Assim, a partir desse convite, os jovens são desafiados a reler suas experiências pastorais a partir da perspectiva da missionariedade e, ao partilharem essas experiências, provocar uma “chuva de pétalas de rosas de amor” que perfumem a vida de todos os gaúchos.

Como ocorrerão as partilhas

A chuva de rosas (partilha das experiências missionárias) ocorrerá no palco do Bote Fé, em uma roda de conversa com a presença de representantes das 18 dioceses. Cada diocese participante deve gravar um vídeo de apresentação da experiência, com duração de até dois minutos. Os vídeos serão exibidos em blocos, divididos entre as quatro províncias eclesiásticas (Passo Fundo, Pelotas, Porto Alegre e Santa Maria). Após as apresentações das dioceses de cada província eclesiástica, ocorrerá uma rodada de bate-papo.

Inscrições

Cada setor diocesano é responsável por inscrever a partilha que irá apresentar. O prazo para as inscrições encerra em 31 de outubro.

 

E aí tchê

Subsídios

© 2017 - E aí tchê Site produzido pela Netface