E aí tchê
Em missão pela vida
FacebookTwitterInstagramYouTube

A Palavra do Pastor: O SÍNODO DOS JOVENS. Por Hélio Adelar Rubert

Publicada em 04/10/2018

  • A Palavra do Pastor: O SÍNODO DOS JOVENS. Por Hélio Adelar Rubert

Preparado há bastante tempo, nos dias 3 até 28 de outubro, acontece o Sínodo dos jovens em Roma, com o tema: “Os jovens, a fé e o discernimento vocacional”.

É grande a expectativa sobre este Sínodo convocado e preparado pelo Papa Francisco. Atualmente, no mundo, os jovens são ¼ da humanidade, isto é, um bilhão e 800 mil pessoas entre 16 e 29 anos.

O objetivo do Sínodo é acompanhar as juventudes no caminho existencial na maturidade para que descubram o seu projeto de vida e o realizem com alegria e entusiasmo, no encontro com Deus e com os seres humanos na edificação da sociedade e duma Igreja renovada.

Para auxiliar no Sínodo, foi elaborado um Instrumento de Trabalho, dividido em três partes: – reconhecer, interpretar e escolher -, o qual busca oferecer chaves de leitura da realidade mundial dos jovens. Os anseios são grandes, bem como as perguntas: O que desejam os jovens? O que esperam da Igreja, da sociedade e das famílias?

O Instrumento de Trabalho traz 7 palavras chaves: 1ª) Escuta; 2ª) Acompanhamento; 3ª) Conversão; 4ª) Discernimento; 5ª) Desafios; 6ª) Vocação e 7ª) Santidade. Estas sintetizam os sonhos dos jovens, as esperanças, as necessidades e os cuidados pastorais que a Igreja precisa dispensar para o mundo da juventude.

Os jovens são a esperança da Igreja e do mundo. O Concílio Vaticano II vê nos jovens a força da sociedade e afirma que os jovens exercem na sociedade de hoje um influxo da maior importância: “As circunstâncias de suas vidas, a mentalidade e as próprias relações com a família foram amplamente mudadas. Passam com frequência muito rapidamente a uma nova condição social e econômica... Eles mesmos devem ser os primeiros e imediatos apóstolos da juventude e exercer por si mesmos o apostolado entre eles, tendo em conta o meio social em que vivem” (cf. A.A., nº 12).

O Sínodo sobre a realidade das juventudes é uma grande esperança. Os jovens são chamados ao encontro com Jesus Cristo e a tomá-lo como modelo. Os jovens têm uma vocação para realizar na vida política nacional: são pedra angular do edifício nacional, que se fundamenta no trabalho de suas mãos e que prospera graças às suas iniciativas.

Oremos para que este Sínodo traga abundantes frutos para todos os jovens, famílias e sociedade humana!

 

Fonte: Hélio Adelar Rubert

E aí tchê

Subsídios

© 2017 - E aí tchê Site produzido pela Netface