E aí tchê
Em missão pela vida
FacebookTwitterInstagramYouTube

Formação encerra 1ª Escola Regional de Assessores

Publicada em 22/07/2016

Processo de acompanhamento, projeto de vida e planejamento pastoral foram os temas abordados na 3ª etapa da 1ª Escola de Assessores que ocorreu entre os dias 18 e 22 de julho na Casa da Juventude Marista (Caju), em Porto Alegre. Cerca de 25 assessores leigos, ordenados e religiosos participaram do encontro que tem como objetivo qualificar o ministério da assessoria no Setor Juventude das dioceses do Rio Grande do Sul.

A formação ocorreu por meio de exposição do Pe. Sebastião Camargo, da Diocese de Ponta Grossa, Pe. Carlos Griebler, da Diocese de Santo Ângelo e de Antônio Frutuoso, assessor de juventude em Curitiba. Além disso, houve dinâmicas, trabalhos em grupo com debate, troca de experiências e estudo de passagens bíblicas.

Para o seminarista Jonas Gomes, que participou somente da 3ª etapa da escola, a formação vai acrescentar muito na caminhada como assessor da juventude na Diocese de Montenegro. “Partindo do que vivenciamos aqui será possível exercitar a escuta e exercer melhor nossa função. A exemplo de Jesus aprendemos que o assessor não impõe propostas, mas apresenta maneiras de agir conforme as realidades”, destaca

Já Elisangela Frois, da Diocese de Santo Ângelo, estava na primeira e na terceira etapa da escola. De acordo com ela, desde o primeiro encontro a formação vem transformando a sua atuação como assessora. “Foi um aprofundamento muito grande sobre processo e uma dinâmica de autoavaliação da nossa atividade na diocese também. Destaco ainda, a importância da divisão das tarefas entre os grupos durante a escola. Foi uma formação construída coletivamente”, conta.

Segundo a Irmã Zenilde Fontes, coordenadora do Serviço de Evangelização da Juventude da CNBB Regional Sul 3, a escola foi um marco histórico. “É a primeira vez que fizemos uma formação específica para assessores. É uma grande alegria participar desse processo e saber que muitos frutos virão a partir daqui”, salienta. Conforme Zenilde, a partir de agora os assessores estão capacitados para entender a realidade dos adolescentes e jovens e somar no Setor Juventude das dioceses.

Durante a avaliação, os participantes sinalizaram a importância de dar continuidade às formações. Foi sugerido que os encontros ocorram por temática e sejam descentralizados, isto é, por Província Eclesiástica. As sugestões serão avaliadas pela equipe do Regional.

Sobre a Escola Regional de Assessores

A 1ª Escola Regional de Assessores foi divida em três etapas. A primeira ocorreu em julho do ano passado e abordou os seguintes temas: Jesus Cristo e seu contexto histórico, Igreja na perspectiva do Papa Francisco, realidade juvenil, metodologia de trabalho e perfil do assessor. Em janeiro deste ano houve a segunda etapa que teve como tema o processo de educação e amadurecimento na fé.

E aí tchê

Subsídios

© 2017 - E aí tchê Site produzido pela Netface