E aí tchê
Em missão pela vida
FacebookTwitterInstagramYouTube

Dia Mundial do Enfermo, dia de atenção ao sofrimento allheio

Publicada em 11/02/2016

Para lembrar-se dos enfermos, o Beato Papa João Paulo II, no dia 11 de fevereiro de 1992, instituiu o Dia Mundial do Enfermo. Em carta dirigida a todos os povos do mundo, lembrou que o dia deve representar um momento de oração, de atenção ao sofrimento alheio, dos cuidados que os enfermos necessitam, mostrando o amor a Deus e ao próximo através do doente.

O Dia Mundial do Enfermo consiste em uma data para se lembrar da importância de cuidar do próximo com respeito e humanidade, compreendendo e confortando o seu sofrimento com paciência e amor.

Vivemos em uma sociedade onde a crise de valores afeta a vida de todos os seres, o que exige outro posicionamento como cidadãos cuidadores. Precisamos investir com urgência na humanização do ser humano, das empresas, das instituições, da sociedade, para que a Vida, como dom e bem mais precioso, seja respeitada e valorizada.

“Cada hospital ou casa de cura pode ser sinal visível e lugar para promover a cultura do encontro e da paz”, escreveu o Papa Francisco em mensagem para o 24º Dia Mundial do Enfermo 2016.

Francisco afirma que “a doença, sobretudo se grave, põe sempre em crise a existência humana e suscita interrogativos que nos atingem em profundidade”.

O nosso objetivo como profissionais da saúde é manter os cuidados do paciente com carinho e afeto e fornecer as medidas necessárias para a cura ou, em caso de mal incurável, a atenção e a paciência para que o sofrimento seja menos cruel.

Aqui o cuidado se revela muito mais como arte que como  técnica e supõe no profissional de enfermagem, densidade de vida, sentido espiritual  e um olhar que vai para além da morte. Atingir este estágio é uma missão que a enfermagem e também os médicos devem buscar para serem plenamente servidores da vida.

A enfermagem é a arte de cuidar de alguém que você nunca viu na vida, é a arte de dar carinho, atenção, prestar os cuidados humanizados, é ser além de um número de Coren. É ser humano, é ter respeito pela vida. Lembre-se, nós escolhemos estar ali, e não quem está doente... Por isso precisamos ser o melhor, pense em como você gostaria de ser tratado, se coloque no lugar do paciente...  A Enfermagem é a arte do cuidar e nós somos os artistas dessa ciência complexa e indispensável na saúde!

Para todos valem as sábias palavras: “A tragédia da vida não é a morte, mas aquilo que deixamos morrer dentro de nós enquanto vivemos” (Norman Cousins).

Comumente são distribuídas frases na mídia para lembrar o Dia do Mundial do Enfermo:

- Não discrimine quem tem uma doença, lembre-se que estamos todos expostos a ela.

- Doenças são apenas a prova de como a vida é frágil.

- Quando estamos saudáveis, nós devemos dar bons conselhos aos pacientes.

“Sejam misericordiosos, como também o Pai de vocês é misericordioso” (Lc 6,36)

 

 

Marcel Mocelin – Técnico de Enfermagem

 

E aí tchê

Subsídios

© 2017 - E aí tchê Site produzido pela Netface