E aí tchê
Em missão pela vida
FacebookTwitterInstagramYouTube

Formação integral do jovem é sinal do amor de Jesus para com todos

Publicada em 30/01/2016

No espírito de Canaã, a sexta-feira da segunda etapa da Escola de Assessores de Juventude possibilitou uma reflexão atenta e amorosa sobre o elo que nos liga a Deus e seu projeto realizado por meio de Jesus Cristo. Com o assessoramento do Zeca (José Jair), foi possível aprofundar as dimensões da formação integral e o papel da assessoria na vida do jovem para que ela aconteça.

Para isso, refletiu-se sobre algumas implicações que envolvem o serviço de assessorar as juventudes e sobre as propostas do Regional Sul 3 no Serviço de Evangelização da Juventude. Nesse viés, entendeu-se que é indispensável que haja uma proposta clara de inserção na comunidade para que o jovem, por meio de seu grupo, participe de ações práticas e comprometidas com sua comunidade.

Com o intuito de (re)pensar o exercício da assessoria, aconteceu um momento de “deserto”, através da leitura de At 2, 42-47, desenvolvendo as ideias de “ensinamento em comum”, “comunhão fraterna”, “partir o pão” e “oração”. Além disso, os assessores foram provocados a pensar a caminhada de um jovem de sua realidade diocesana ou paroquial para compreender quais os aspectos da assessoria que mais o desafiam ainda.

Na medida em que se pensou a assessoria, compreendeu-se que formar integralmente um jovem, enquanto Igreja, é olhá-lo como pessoa, sem objetivos específicos para seu futuro, mas com a amorosidade necessária de Jesus para que ele se desenvolva de forma saudável e feliz. Como momento orante final, visualizou-se a mística do ministério da assessoria, destacando que “o/a assessor/a é cultivado a alimentar-se no divino que é e no divino que é o jovem”.

E aí tchê

Subsídios

© 2017 - E aí tchê Site produzido pela Netface