E aí tchê
Em missão pela vida
FacebookTwitterInstagramYouTube

Celebração na Catedral acolhe Dom Rodolfo Weber

Publicada em 28/01/2016

A Arquidiocese de Passo Fundo recebeu na tarde deste domingo, 24, seu novo arcebispo, dom Rodolfo Luís Weber, o mais novo do Brasil.

Eu disse sim ó Senhor, eu disse sim por amor. Estou pronto para ir para uma grande missão. A frase, trecho de uma música, ajudou dom Rodolfo Luís Weber a expressar seu sentimento na tarde deste domingo, 24 de janeiro, quando tomou posse como arcebispo metropolitano de Passo Fundo.

Nomeado pelo Papa Francisco no dia 02 de dezembro, dom Rodolfo Weber é natural de Bom Princípio e trabalhava até então como bispo da Prelazia de Cristalândia, no Tocantins. Agora é o arcebispo mais novo do Brasil, com 52 anos.

A celebração de posse aconteceu na Catedral Metropolitana de Passo Fundo e contou com dezenas de arcebispos e bispos, mais de cem padres e centenas de fieis dos 47 municípios que integram a arquidiocese, além de familiares e amigos de dom Rodolfo e representantes da Prelazia de Cristalândia.

Durante a missa, o arcebispo recebeu das mãos de uma família o báculo, sinal do pastoreio cuidadoso com as ovelhas e, em seguida, foi conduzido por dom Paulo De Conto e por dom Pedro Ercílio Simon até a Cátedra, a cadeira de onde orienta e conduz o seu povo.

Na homilia, o arcebispo ressaltou que dizer sim ao chamado de Deus expresso pela Igreja, dá a certeza que no exercício do ministério episcopal vai contar com a graça e o poder de Deus. Dom Rodolfo destacou três grandes missões que acredita ter: “Anunciar o Evangelho é a primeira grande responsabilidade do bispo. A missão de pastorear o Povo de Deus é outra tarefa essencial. Além disso, também temos a missão de santificar este Povo”, afirmou.

Dirigindo-se com carinho aos padres, frisou que no seu pastoreio na Arquidiocese não tem a menor dúvida que uma das suas preocupações fundamentais será cuidar bem do clero. “O Povo de Deus tem o direito de olhar para o seu bispo e os seus padres e ver neles servidores alegres e incansáveis do Evangelho, capazes de dar a sua vida para conduzirem os fiéis à vida plena em Cristo”, salientou. Para concluir, o novo arcebispo de Passo Fundo garantiu: “Venho como discípulo missionário que tem muita vontade de aprender. Quero contar sempre com a vossa compreensão e misericórdia”.

Dom Paulo de Conto, que atendeu a Arquidiocese de Passo Fundo durante os últimos seis meses, como administrador apostólico, expressa sua alegria pela posse: “Me senti como João Batista preparando o caminho do Senhor e agora dom Rodolfo assume a arquidiocese. A ele desejo muita alegria, muitos sorrisos e muita paz”, realçou o bispo de Montenegro.

Para o padre Fábio de Morais, vigário geral da arquidiocese, o dia foi marcado pela felicidade e pela expectativa: “Hoje é um momento de alegria para todos. A chegada de dom Rodolfo entre nós vem com a marca da esperança. Um bispo jovem que chega com todo o vigor e com todo o entusiasmo”, concluiu o sacerdote.

Ordenado padre em 1991 e bispo em 15 de maio de 2009, dom Rodolfo escolheu como lema de vida episcopal Ide e Evangelizai. A frase expressa, a exemplo dos apóstolos, a resposta de um dos últimos pedidos de Jesus aos seus discípulos antes de partir.

E aí tchê

Subsídios

© 2017 - E aí tchê Site produzido pela Netface