E aí tchê
Em missão pela vida
FacebookTwitterInstagramYouTube

Pastoral da Juventude realizará 14ª Ampliada Regional, em Porto Alegre

Publicada em 03/09/2015

No ano de 2015, a Pastoral da Juventude do Rio Grande do Sul continua construindo a sua história. Em Setembro, dos dias 04 a 07, será realizada a 14ª Ampliada Regional, em Porto Alegre, na Restinga.

 Motivados por nossa fé e pela carta do Papa Francisco enviada aos jovens participantes do 11º Encontro Nacional da Pastoral da Juventude, escolhemos como lema para esta Ampliada o seguinte grito: PJ do RS: a cuia de mão em mão, nos torna profetas da esperança e construtores/as da Civilização do Amor. É um grito bonito do momento e da utopia que vivemos. Além disso, este lema nos lembra de um importante elemento da cultura gaúcha: a roda de chimarrão, que sempre é um convite para reunir pessoas amigas que partilham confidências, contam histórias e compartilham alegrias. Assim também um grupo de Base é essa roda de chimarrão tornada convite para um doce-amargo do protagonismo juvenil.

A iluminação bíblica que vai acalentar nossos corações é do Evangelho de São João e do Livro dos Atos: Vocês são meus amigos... perseverem no amor... e o fruto de vocês permanecerá (Jo 15,14-16). Junto com Paulo e Barnabé Cristo nos chama à perseverança porque “é permanecendo firmes que iremos ganhar a vida” (Lucas 19, 21). O tempo que vivemos nos recorda isso. A iluminação vai ao encontro de nossos anseios de amizade, de rodas de chimarrão, de partilhas e, igualmente, à necessidade de sermos capazes de pensar e planejar nossa caminhada, pois, com Francisco, acreditamos em coisas grandes. Nossa benquerença é maior quando soubermos abraçar as necessidades do povo e das juventudes.

Por uma Igreja que caminha em conjunto e organizada, tendo Jesus Cristo como o centro e que faz sua opção preferencial pelos jovens contamos com o apoio afetivo e efetivo dos bispos e arcebispos, pastores de nosso Regional, a se manterem em oração e participarem da nossa 14ª Ampliada. Confiantes na nossa história e na nossa identidade, convidamos para a participação no que for possível, mas especialmente nas celebrações de abertura, sexta-feira, 4, às 19h, na Paróquia Nossa Senhora da Misericórdia, e de envio, segunda-feira, 7, às 11 horas.

 

Breve histórico da organização da Pastoral da Juventude

“Só é protagonista, quem conhece sua história”

(Hilario Dick)

A Pastoral da Juventude nasceu e cresceu, na medida do possível, dentro de uma estrutura de organização. Quando falamos em processo, em caminho, em construção, em pastoral orgânica, falamos nada mais nada menos do que a nossa maneira de ser Pastoral: pautada pelo desejo de colocar-se no todo da história da juventude, e da juventude que busca ser Igreja.  Isso demandou desde a mais tenra idade da PJ uma estrutura de encontros, assembleias, reuniões, além de todo o processo de secretaria, coordenação, assessoria...

 

Quando pensamos nas estruturas de organização em si, podemos dividir a caminhada da PJ em pelo menos três fases:

Desde o começo a articulação regional sempre se deram “Encontros Regionais” deliberativos. Essa fase vai entre 1980 e 1986.

A partir de 1987 estes encontros regionais começaram a chamar-se de assembleias regionais. Elas tiveram sempre como objetivo, avaliar, planejar e escolher a secretaria e a assessoria regional. Foram 7 assembleias. As duas primeiras se realizaram em Esteio em 1987 e 1989, a terceira em 1991 no Instituto de Pastoral da Juventude (IPJ) em Porto Alegre, a quarta em 1993 em Santa Maria, a quinta em 1996 em Rio Grande, a sexta em Cruz Alta no ano de 1999 e a sétima em 2002 no IPJ de Porto Alegre. Algo importante a ser destacado, é o fato de estas assembleias serem compostas pelo conjunto das pastorais específicas: as coordenações da PJ, PJE, PJR e PJMP.

Não temos condições de recordar as grandes discussões destas Assembleias, bastando lembrar-nos que a questão da identidade, da formação, do cultivo da tradição, da construção da cidadania sempre foram pautas muito marcantes.

De 2004 em diante, verificamos uma caminhada de independência organizativa de cada uma das estruturas específicas da Pastoral da Juventude. Em 2004 ocorreu primeira reunião regional em que estiveram somente membros da Pastoral da Juventude, onde foi refletido o tema da identidade da PJ.

No ano seguinte em Passo Fundo foi realizado o FROI (Fórum Regional de Organização e Identidade). Este fórum definiu o número de delegados por pastoral entre as PJ’s para a 8º Assembleia Regional da PJ do RS.

A 8º Assembleia Regional da PJ do RS aconteceu no mesmo ano de 2005 decidindo algumas modificações na estrutura:

Mudança na organização da PJ do RS: Organização paritária, ou seja, o mesmo numero de delegados por pastoral na coordenação regional.

Acabou a Coordenação Regional de Jovens – CRJ e criou-se a Coordenação das Pastorais da Juventude – CPJ’s.

Mudança no nome: Não se chama mais Pastoral da Juventude do RS quando se refere ao conjunto das pastorais. Assume-se: Pastorais da Juventude do RS – PJ’s.

Em 2006, com a presença apenas de jovens da PJ, é realizada a 9° Ampliada Regional da Pastoral da Juventude definindo uma organização própria, estabelecendo e elegendo a figura do secretário Regional. O primeiro secretário da PJ foi o Leonardo Dornelles de Rio Grande. A gestão fica no período de dois anos, que é o intervalo entre as ampliadas.

A partir deste ano, todas as ampliadas que se seguiram foram apenas de jovens e assessores da PJ.

Em 2008, a 10ª Ampliada Regional da PJ ocorreu em Passo Fundo, elegendo a Jovem Cida Montana como secretária regional. Mas por alguns motivos, ela deixou o cargo. Essa configuração exigiu da organização regional um encontro para definir a caminhada da PJ, e por isso em 2009 realizou-se uma Ampliada Extraordinária que aconteceu no CEPA (Centro de Espiritualidade Padre Arturo) em São Leopoldo.  Nesta Ampliada optou-se por uma coordenação e não mais por uma secretaria regional. Embora extraordinária, em 2009 contamos a 11ª Ampliada Regional.

Em 2011 ocorreu a 12ª Ampliada Regional da Pastoral da Juventude em Santa Maria, que pautou, sobretudo a avaliação e projeção para os próximos passos na Evangelização do Rio Grande do Sul, em sintonia com as prioridades da CNBB Sul III, em especial o Serviço de Evangelização da Juventude.

Santa Maria, por fim, acolheu também a nossa ultima Ampliada Regional que ocorreu nos dias 19 a 22 de Setembro no Centro de Pastoral Arquidiocesano.

Esse é apenas um pequeno resgate histórico das nossas Ampliadas Regionais. Como podemos perceber, muitas mudanças se sucederam desde que a Pastoral da Juventude iniciou sua organização. Este é o espírito, estamos sempre a caminho!

 

 

 

E aí tchê

Subsídios

© 2017 - E aí tchê Site produzido pela Netface