E aí tchê
Em missão pela vida
FacebookTwitterInstagramYouTube

Advento: a busca do aperfeiçoamento na fé

Publicada em 23/12/2016

Ao percebemos a proximidade do final do ano 2016 e, com isso, a chegada do Natal, nos deparamos com casas, praças públicas, vitrines de lojas todas decoradas com símbolos natalinos, convidando-nos a motivar-nos para a chegada dessa data tão especial.

 Especial? Mas especial em que sentido? Em escolhermos o melhor presente que queremos dar ou receber? A melhor viagem que faremos com a família? O melhor cardápio para a ceia de Natal? Quem é realmente especial para nós? De quem devemos lembrar? A quem devemos dedicar nosso tempo e carinho, todo o amor que podemos dar?

É Cristo o motivo dessa festa! É no Cristo menino, bebê que devemos pensar e glorificar, pois ele vem a nós para renovar nossa fé e esperança em um Deus que jamais nos abandona.

Quando uma família se prepara para a chegada de um bebê, acaso não ficam todos alegres, com grande expectativa, comprando todo o enxoval necessário, enchendo-se de amor e carinho para acolher essa criança que irá nascer.

Assim devemos celebrar a chegada do menino Jesus Cristo que, enviado por Deus, vem ao mundo com uma grande missão salvadora, mas, nem por isso, deixa de ser humilde em nascer na total pobreza e viver uma vida de generosidade e entrega total.

O Advento, segundo o dicionário da Língua Portuguesa, é a “vinda, chegada”. No Wikipédia, a enciclopédia virtual mais conhecida, lemos que “é o primeiro tempo do Ano Litúrgico, o qual antecede o Natal. Para os cristãos, é um tempo de preparação e alegria, de expectativa, onde os fiéis, esperando o Nascimento de Jesus Cristo, vivem o arrependimento e promovem a fraternidade e a Paz”. E no coração de cada um de nós, o que é o Natal? Se nos dizemos cristãos, assim devemos ser e, quando questionados, assumir esse compromisso de fé, sem vacilar ou sentir vergonha.

Para Deus vale a nossa fé, a caridade, a bondade, o perdão. Para muitos basta apenas ser “bom”, fazer alguma doação generosa e está cumprida a missão natalina. Ótimo! Deus exige de nós a caridade com os irmãos, mas não basta, lembremo-nos que Ele é o Pai do aniversariante e quer, acima de tudo, que preparemos a chegada do Salvador, que a cada Natal nasce para o mundo, em especial, quer nascer e renascer no coração de cada um de nós. Em corações puros, livres do pecado, cheios de misericórdia e abertos para a verdadeira fé, sem obstáculos que nos impedem de acreditar no milagre natalino: uma Virgem concebe o Menino Deus.

Oremos o Salmo 80, versículo 20: “Restaura-nos, Javé, Deus dos Exércitos! Faze brilhar a tua face, e seremos salvos!”; e que Deus fortaleça nossa fé e façamos a nossa vivência fiel do Advento, para que possamos celebrar um Feliz e Abençoado Natal.

 

E aí tchê

Subsídios

© 2017 - E aí tchê Site produzido pela Netface