E aí tchê
Em missão pela vida
FacebookTwitterInstagramYouTube

Civilidade ganha cada vez mais espaço nos estádios de futebol do RS

Publicada em 04/05/2015

A rivalidade histórica entre os clubes gaúchos Internacional e Grêmio é costumeiramente apontada como a mais acirrada do Brasil, por literalmente dividir o Rio Grande do Sul em duas metades adversárias. No entanto, uma iniciativa em prol da paz vem se mostrando viável e frutífera no Estado, além de chamar a atenção dos torcedores de futebol das outras regiões do Brasil: a chamada "área de torcida mista", que reúne torcedores colorados e gremistas em um mesmo espaço dentro do estádio durante partidas do clássico "Gre-Nal", tanto no Beira-Rio, estádio do Inter, quanto na Arena do Grêmio.
 A iniciativa já foi posta em prática três vezes neste ano, sempre com sucesso. Na primeira edição, o diretor de administração do Internacional, Alexandre Limeira, declarou: "Queremos mudar o perfil. Não são os vândalos e os brigões que estarão no estádio, e sim as pessoas que entendem que um rival não é inimigo. Não é quantidade: vamos melhorar a qualidade do torcedor que frequentará o estádio (...)  A minoria que brigava estava ditando o ritmo. Vamos mudar isso. É uma lição de convivência e tolerância, algo educacional para os próximos clássicos".
 Luis Moreira, diretor de administração do Grêmio, concordou: "Nos últimos anos, vimos Gre-Nais no interior e no Uruguai com colorados e gremistas lado a lado, sem problema algum. A maioria das pessoas é de bem. O intuito no clássico é de torcer, não de brigar".
Apesar da manifestação de uma minoria que depreciou o patrimônio alheio, a torcida mista continuará dando um testemunho inspirador de civilidadeevolução e autêntico espírito esportivo.

Fonte: Aleteia

 

E aí tchê

Subsídios

© 2017 - E aí tchê Site produzido pela Netface