E aí tchê
Em missão pela vida
FacebookTwitterInstagramYouTube

Pastores celebram o lava pés com jovens da FASE e comunidade dos papeleiros em Porto Alegre

Publicada em 03/04/2015

  • Pastores celebram o lava pés com jovens da FASE e comunidade dos papeleiros em Porto Alegre

As celebrações do lava pés realizadas na tarde dessa Quinta-feira Santa, 02, na Fundação de Atendimento Sócio-Educativo do Rio Grande do Sul (FASE) e na Vila dos Papeleiros deram um passo rumo ao Bote Fé 2ª edição a ser realizado no Anfiteatro Por do Sol, nos dias 31 de outubro e 1° de novembro de 2015, em Porto Alegre.

Como etapa #EmMissão, Dom Jaime Spengler, Arcebispo de Porto Alegre, presidiu a celebração do lava pés na FASE para 36 adolescentes. "O convite é botar fé na vida! Precisamos acreditar que a vida das meninas que estão no momento cumprindo pena é apenas uma fase para uma vida nova. Confiar que elas podem mudar o curso de suas vidas e dizer a elas que tem tantos outros jovens apostando nelas. Botar fé, botar confiança, assim como Deus coloca fé e confiança em todos nós. As periferias existenciais podem ser revertidas com a soma de todos nós juntos. O nosso sonho e a nossa causa é o sonho e a causa de Jesus: Vida e vida em abundância para todos/as", reiterou Zenilde Fontes.

Dom Jaime lavou e beijo os pés de quase todas as meninas. Momento este de muita emoção. Os presentes receberam uma fita para amarram em seus pulsos. "Quando olharem para a fita lembrem que tem muita gente torcendo por vocês. Poderíamos fazer um pacto entre nós, não olhar para trás. O futuro é de cada um de nós!”, concluiu Dom Jaime.

Uma das jovens relatou que a fitinha é um novo começo. “Eu boto fé que nunca é tarde para começar e eu vou sair daqui e começar outra vida lá fora. Eu comecei outra vida aqui dentro e preciso da parta aberta para continuar lá fora”.

Na Vila dos Papeleiros, no Galpão de Reciclagem, a celebração foi presidida por Dom Leomar Brustolin, novo Bispo Auxiliar de Porto Alegre. Para Ir. Zenilde Fonte, coordenadora do Serviço de Evangelização da Juventude, se aproximar das pessoas que trabalham com reciclagem significa que “fizemos a experiência de nos aproximar de quem cuida da limpeza de nossa cidade. Vidas de famílias, crianças, jovens... lavar os pés é dizer que somos todos iguais e aprendemos uns com os outros, servimos e no serviço nos engrandecemos. O nosso ser cristão neste mundo precisa ser uma mensagem diferente. Vamos ao encontro das diferentes realidades para recolher aprendizagens de vidas e partilhar que acreditamos na VIDA, que acreditamos na força da juventude, que somos irmãos e irmãs. Vamos ao encontro para na gratuidade viver o encontro e abraçar e juntos aprendermos a sonhar o sonho de Jesus Cristo ao fazer o gesto de lavar os pés”, relatou Zenilde.

Na celebração com os papeleiros teve distribuição de pão e de fitinhas como sinal da presença da Igreja no meio desta comunidade.

As celebrações aconteceram pela articulação do Serviço de Evangelização da Juventude e Setor Juventude da Arquidiocese de Porto Alegre.

O contato com as duas realidades significou um bom início do Tríduo Pascal e ótima reflexão para a vida!

E aí tchê

Subsídios

© 2017 - E aí tchê Site produzido pela Netface