E aí tchê
Em missão pela vida
FacebookTwitterInstagramYouTube

Esboço da palestra “Missão da Juventude na promoção da paz, o que ajuda ou atrapalha?”

Publicada em 29/03/2015

  • Esboço da palestra “Missão da Juventude na promoção da paz, o que ajuda ou atrapalha?”

“Missão da Juventude na promoção da paz, o que ajuda ou atrapalha?”

Palestra com Prof. Alceu Cavalhéri - Fapas

 

Por que não uma jornada ou setor da juventude formado por iguais?

´  A Jornada Arquidiocesana da Juventude

´  uma caminhada conjunta dos movimentos, pastorais, grupos de jovens que formam o Setor Juventude;

´  não é mais um movimento que surge;

´  Mas, sim, um organismo da nossa Igreja que procura congregar as diversas expressões juvenis para que cresçamos juntos buscando caminhos de evangelização na diversidade, com o coração aberto a Jesus Cristo e iluminados pelo Evangelho.

´  Missão da Juventude na promoção da paz, o que ajuda ou atrapalha?

A partir da reflexão primeira  - jornada como organismo (conjunto de diferentes partes – cada qual com sua função e de acordo com a sua condição) – o que ajuda  e o que atrapalha a nossa caminhada de jovens cristãos?

´  Missão da Juventude na promoção da paz, o que ajuda ou atrapalha?

Tema:

"Felizes os que promovem a paz, porque serão chamados filhos de Deus"

(Mt 5,9)

´  Guia:  iluminação do Evangelho;

Reflexão de hoje:

1 Busca da felicidade  - Mt5, 1-12 - As Bem-aventuranças;

2 Acolhimento - Lucas 2, 1-20 - A procura de um lugar para nascer Jesus;

3 Cuidado - Lucas 2, 41-52 – Perda e encontro de Jesus no Templo;

4 Compromisso - At 2, 1-13 – Vinda do Espírito Santo.

´  1 Busca da felicidade (desejo natural e evangélico)

´  Mt5, 1-12 - As Bem-aventuranças – Anseio por um mundo novo-
Sermão da Montanha;

´  Significado revolucionário - que se caracteriza pela inovação, pela originalidade, pela possibilidade de renovar os padrões estabelecidos; ousado;

´  O forte apelo de Jesus para nos lançarmos, com coragem, na aventura da busca da felicidade;

´  Felizes (bem –aventurados):

q  os pobres em espírito;

q  os aflitos;

q  os mansos;

q  os que têm fome;

q  os misericordiosos;

q  os puros de coração;

q  os que promovem a paz;

q  os insultados, perseguidos, caluniados;

´  2 Acolhimento

´  Lucas 2, 1-20 - A procura de um lugar para o nascimento de Jesus – acolhido em meio ao pobres:

´  Dar ou receber hospitalidade – “acolhemos uns aos outros com um olhar de cuidado e carinho” – que acolhe de modo franco os necessitados;

´  Ao nos acolher – exercemos uma ação missionária – seguidores do exemplo de Jesus, o enviado do Pai e acolhido por muitos – Jesus se deixa acolher e acolhe.

´  3 Cuidado

´  Lucas 2, 41-52 – Perda e encontro de Jesus no Templo;

´  olhar de carinho e cuidado de Mãe -  Nossa Senhora Aparecida e nossas mães;

Compromisso:

- chegar em casa e dar um forte abraço em nossas mães ou em quem cuida de nós - em forma de agradecimento - vida, cuidado e dedicação.

´  Tomados pela mão – Et. cogitatus – refletido, pensado , meditado;

´  “Jesus nos convida a termos sempre um olhar atento de cuidado e proteção, sobretudo, aos que estão mais próximos e necessitados”.

´  Pessoas – natureza – animais;

 

´  4 Compromisso

´  At 2, 1-13 – Vinda do Espírito Santo sobre os Apóstolos  reunidos com Maria Santíssima

´  O Espírito Santo gera a Igreja;

´  Empenhar-se – envolver-se – tomar parte – assumir;

´  Confiança na ação do Espírito Santo  - habita em cada um de nós e promove a paz em nossos corações;

´  Não alimentar ódios – sociais; religiosos etc.;

´  Estar a serviço – exercer os carismas;

´  O Espírito Santo se faz presente quando nos reunimos em comunidade:

q  nas liturgias;

q  em romarias;

q  nas Santas Missões Populares;

q   nas festas de Crisma;

q  vigílias jovens;

q  nas assembleias pastorais;

q  em vários outros momentos especiais da comunidade;

´  Unidade – força – união – nos livra do egoísmo.

E aí tchê

Subsídios

© 2017 - E aí tchê Site produzido pela Netface