E aí tchê
Em missão pela vida
FacebookTwitterInstagramYouTube

"Esperar é resistir ao mal" - Papa na homilia em Nápoles

Publicada em 22/03/2015

  • ">

A palavra de Cristo é para todos – continuou - quer chegar a todos, de modo particular aos que vivem na periferia da existência, para que encontrem nele o centro da sua vida, a fonte de esperança. Então, há que levá-la a todos com alegria, amizade, ternura. Isto é tarefa de todos, mas, sobretudo dos sacerdotes – sublinhou o Papa convidando-os a “irem e a acolherem” pobres, anciãos, necessitados… e acrescentou:

“Quando os corações se abrem ao Evangelho, o mundo começa a mudar e a humanidade renasce! Se acolhermos e vivermos todos os dias a Palavra de Jesus, renasceremos com Ele” .

Neste tempo de Quaresma, o Papa invocou a graça da Ressurreição para a cidade de Nápoles e convidou, repetidamente, os napolitanos, de modo particular os jovens, à esperança, a resgatar Nápoles dos males que a afligem e a unirem os esforços para um futuro melhor dessa cidade, cheia de recursos humanos, espirituais e de capacidade de amar.

Várias vezes aplaudido durante a homilia, o Papa Francisco exortou insistentemente os napolitanos a não se deixarem roubar a esperança, a não caírem nas ilusões do ganho fácil ou desonesto, a não deixarem que a corrupção e a delinquência desfigurem o rosto dessa bela cidade, mas a reagirem com firmeza às organizações que exploram e corrompem os jovens, os pobres, os fracos, com o cínico comércio da droga e outros crimes. E mais uma vez, como já noutros ocasiões, o Papa apelou os criminosos e todos os seus cúmplices a se converterem ao amor e à justiça, a se deixarem tocar  pela misericórdia de Deus, pois que com a graça de Deus que tudo perdoa, é possível retornar a uma vida honesta.

“Vo-lo peço com as lágrimas das mães de Nápoles, misturadas com as de Maria, a Mãe Celeste (…). Que essas lágrimas dissolvam a dureza dos corações e reconduzam todos para o caminho do bem” .

Recordando que hoje começa a Primavera, tempo de esperança, o Papa disse que esperar é resistir ao mal, é olhar o mundo com o coração de Deus, é apostar na misericórdia de Deus que é Pai e perdoa sempre, perdoa tudo. Deus vive em Nápoles!, exclamou o Papa invocando a graça do Senhor para a caminhada de fé, de caridade, de esperança e dos projectos de resgate moral e social dos napolitanos. E mais uma vez convidou os presetes a repetirem a frase “Jesus é Senhor”, terminando com um “Que Nossa Senhora vos acompanhe” em dialecto napolitano”.

E aí tchê

Subsídios

© 2017 - E aí tchê Site produzido pela Netface