E aí tchê
Em missão pela vida
FacebookTwitterInstagramYouTube

Juventude e Comunicação na Reunião de Organismos

Publicada em 19/03/2015

  • Juventude e Comunicação na Reunião de Organismos

Aconteceu, na última terça-feira, dia 17, o primeiro dia da Reunião dos Organismos do Regional Sul 3 da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB), na Casa de Retiros Vila Betânia, em Porto Alegre (RS). O encontro contou com a presença de Dom Zeno Hastenteufel, Presidente do Regional, do Conselho Episcopal de Pastoral (CEP), da Equipe de Coordenação Diocesana de Pastoral (ECODIPA), da Equipe de Coordenadores de Setores (ECORES) e da Pastoral da Comunicação (PASCOM). Os trabalhos foram coordenados pelo secretário executivo do Regional, padre Agostinho Sauthier.

A primeira atividade da pauta foi dedicada à síntese da avaliação das Diretrizes Gerais da CNBB e das prioridades do Regional no período de 2011 a 2015. Padre Agostinho Sauthier afirmou que “a avaliação do quadriênio é em vista da preparação das futuras diretrizes nacionais e prioridades do Regional.

A coordenadora do Serviço de Evangelização da Juventude, Ir. Zenilde Fontes, apresentou os três braços de ação para 2015: Formação de Lideranças, Escola de Assessores e as etapas do Boté Fé. O Boté Fé traz uma novidade este ano. Será realizado em duas etapas. “A primeira etapa contempla uma Semana Missionária de inserção na realidade social da região metropolitana de Porto Alegre, como, por exemplo, com os catadores de material reciclável, Pastoral da AIDS, Pastoral Carcerária. Três jovens de cada uma das 18 dioceses serão convidados a fazer essa experiência, para depois voltar e partilhar em suas comunidades”, explicou.

Na parte da tarde, houve reunião por organismos CEP, ECODIPA, ECORES e PASCOM. Convidado pela coordenação regional a falar em nome da PasCom RS, o jornalista da Arquidiocese de Porto Alegre, Magnus Regis, apresentou os comunicadores presentes e fez um diagnostico da atual situação com seus desafios e ações: “Em quase todas as dioceses, há jornalista, mas precisa ser pensado como uma semente de evangelização. O profissional de comunicação na pastoral não deve ser visto apenas pela técnica. As publicações são apenas uma ação, mas a missão é muito maior. Por isso, acreditamos na ideia de desenvolver uma cultura da comunicação e discutir as possibilidades de ações não imediatas, mas num planejamento a curto, médio e longo prazo, bem como promover uma comunicação para e fora da Igreja, conforme diz o Papa Francisco: "Igreja em saída", reiterou Regis.

E aí tchê

Subsídios

© 2017 - E aí tchê Site produzido pela Netface