E aí tchê
Em missão pela vida
FacebookTwitterInstagramYouTube

Semana Missionária movimentou jovens e paróquias em Rio Grande

Publicada em 09/10/2014

  • Semana Missionária movimentou jovens e paróquias em Rio Grande

Durante esse período dedicado a missionariedade juvenil no Rio Grande do Sul, a Diocese do Rio Grande fez uma bonita experiência em âmbitos diocesano e paroquial.

A Semana Missionária iniciou para em Rio Grande com uma missão coletiva no desfile tradicionalista do 20 de setembro. Tradicionalmente habituados a presenciar o desfile ao lado de suas famílias, a juventude #trijovem, esse ano, foi desafiada a missionar durante o desfile. Foram em grupos ou duplas abordando as pessoas para um diálogo fraterno, a fim de anunciar um Deus de amor. As experiências foram transformadoras e despertaram a vontade de permanecer em missão.

Durante a semana, propriamente dita, os jovens tiveram a oportunidades de enquanto grupos, movimentos e organismos prepararem suas próprias atividades, de acordo com sua realidade, em âmbito paroquial. Aí houve uma multiplicidade de experiências e partilhas. Algumas paróquias visitaram comunidades carentes, instituições de acolhimento de crianças e adolescentes, asilo, vigílias, retiros, e ainda algumas dificuldades foram enfrentadas que ainda fazem parte de nossa realidade diocesana, algumas paróquias não aderiram a proposta. O que nos motiva ainda mais a seguir o trabalho e a missão de sermos Igreja!

Por fim, foi celebrada num local público, no coreto da Praça Tamandaré, praça central de Rio Grande, uma missa de encerramento da Semana Missionária, que na verdade, ainda hoje e espera-se que sempre, continue acontecendo em nossos grupos.

“A semana missionária foi um grande momento para poder sair do comodismo e ir ao encontro do próximo com um gesto simples, uma palavra de carinho ou um convite para estar na presença de Deus. Foi uma semana bem intensa, em que depois de termos um encontro pessoal com o Cristo podemos anuncia-lo aos outros, até mesmo, crianças. É nesse espirito missionário que quero e tento agir todos os dias, e não somente em uma semana, pois ainda há muitas pessoas que precisam sentir o Amor de Deus.” Disse Francielly, jovem articuladora do Setor Juventude.

E aí tchê

Subsídios

© 2017 - E aí tchê Site produzido pela Netface