E aí tchê
Em missão pela vida
FacebookTwitterInstagramYouTube

Dicas de leitura: um encontro histórico e religioso nas obras de Rodrigo Alvarez

Publicada em 08/12/2016

Se você costuma assistir telejornais, certamente já viu alguma das reportagens do jornalista Rodrigo Alvarez, correspondente internacional, atualmente residindo na Alemanha, depois de uma temporada no Oriente Médio, com notícias da região da Terra Santa.

Profissional de sucesso, ele tem escrito livros muito bem aceitos pelo público em geral, não apenas religioso. Suas três últimas obras têm temática religiosa, misturada a muita pesquisa e depoimentos. Em 2014, lançou “Aparecida – A biografia da santa que perdeu a cabeça, ficou negra, foi roubada, cobiçada pelos políticos e conquistou o Brasil.”

“Achei que existia um vazio e resolvi pesquisar. Foi a minha curiosidade que me levou a escrever sobre um tema tão relevante e tão brasileiro como Aparecida, que existe antes do carnaval, antes do futebol, antes do samba” disse o jornalista, em conversa com o Eaí?Tchê.

Rodrigo Alvarez esteve em Porto Alegre, na terça-feira, 06 de dezembro, para uma sessão de autógrafos de sua obra mais recente: “Humano Demais – A Biografia do Padre Fábio de Melo. O sacerdote também esteve presente ao evento.

“No caso do livro “Humano Demais” a pergunta era: como foi possível surgir no Brasil um fenômeno religioso como o padre Fábio de Melo? Ou seja, alguém com o nível de conhecimento que ele tem e com o nível de ousadia que ele tem ao transmitir sua mensagem religiosa. Era uma investigação de como foi possível surgir um padre tão incomum e ao mesmo tempo tão interessante”, relata o autor.

Para o padre Fábio de Melo, a biografia é uma oportunidade importante de autoconhecimento, que passa pelo olhar do outro. “Sinto-me muito honrado com o acesso a informações e pessoas que me ajudam a solidificar a minha identidade.”, disse.

Questionado sobre qual o seu desejo, o sacerdote diz que todo o trabalho que faz é pra comunicar os valores que considera importantes no mundo de hoje: “Eu acredito no conteúdo da minha comunicação, no poder que o Evangelho tem de tornar uma sociedade melhor, mais justa, de humanizar as pessoas e de arrancá-las do foço que desumaniza”.

Padre Fábio termina a entrevista com um desafio para o nosso dia a dia: “Toda a vez que a gente tem a oportunidade de se mostrar humano, o que a gente faz é aproximar as pessoas. Elas vivem os mesmos conflitos; é uma desconstrução necessária, pra não sermos vistos como pessoas prontas.”

O jornalista Rodrigo Alvarez é autor, também, do livro “Maria – A biografia da mulher que gerou o homem mais importante da história, viveu um inferno, dividiu os cristãos, conquistou meio mundo e é chamada de Mãe de Deus”, resultado, em parte, segundo ele mesmo diz, de sua experiência durante o período em que morou em Israel.

 

 

E aí tchê

Subsídios

© 2017 - E aí tchê Site produzido pela Netface