E aí tchê
Em missão pela vida
FacebookTwitterInstagramYouTube

Seminaristas da Arquidiocese de Porto Alegre são ordenados diáconos por Dom Jaime Spengler

Publicada em 21/05/2014

Centenas de fiéis acompanharam na tarde do domingo, dia 18 de maio, a ordenação diaconal de três seminaristas maiores da Arquidiocese de Porto Alegre. Através da imposição das mãos e oração consecratória feita pelo arcebispo metropolitano, Dom Jaime Spengler, os seminaristas Enio da Rocha Dias, João Alberto Mazzotti e Juliano Heck receberam o primeiro grau da ordem.

No início da celebração, Dom Jaime lembrou que a arquidiocese ainda sente a morte de três membros do clero diocesano: o arcebispo emérito, Dom Altamiro Rossato, Monsenhor Antônio Domingos Lorenzatto e o Padre Edgar Jotz. Dom Jaime recordou que, apesar da perda, a Igreja louva a Deus pela vida e trabalho realizado pelos presbíteros.

Aos novos seminaristas que se ordenaram lembrou que o ministério ordenado requer disposição e que, como homens de Deus, precisam “Doar-se e dar para que os outros tenha vida em abundancia” disse.

“O Ministro ordenado faz seu os sentimentos que foram de Cristo. Quer em tudo e por tudo que, somente, fazer a vontade do Pai. Não somos o centro. Não somos chefes. ‘Entre vós não seja assim’. Nós estamos a serviço. Nós somos serviço”.

Dom Jaime recordou as palavras do Papa Francisco que convida a Igreja para ir até as periferias existenciais e que os irmãos mais necessitados devem ser motivo de inquietação para quem trabalham na Igreja e asseverou, o ministério ordenado convida a caminhar de modo irrepreensível diante de Deus e diante da humanidade. Em outras palavras: a serem homens limpos.

O metropolita ainda lembrou: “Não podemos esquecer que jamais fomos nós que escolhemos esse caminho. Não fomos nós que escolhemos essa vocação. Nós fomos escolhidos por amor e, eu diria, não convém trair o amor que nos amou por primeiro” disse.

Spengler ainda recordou a importância da convivência com a família presbiteral, espaço de serviço generoso e misericordioso. Destacou ainda que a nova paróquia, ‘comunidade de comunidades’ inicia entre os irmãos e finalizou:

“Juliano, Enio e João: acreditamos que um dia o Senhor se aproximou de cada um de vocês. Na intimidade os Senhor soprou no ouvido e coração: “Tu és meu”. Por isso, não se perturbe o vosso coração. Que vocês possam corresponder a predileção que o Senhor manifestou para com cada um de vocês. Possam responder na vida de vocês o amor sincero, a solicitude para com os enfermos e os pobres, a autoridade discreta e a simplicidade de coração... uma vida segundo o espírito” finalizou.

 

Veja as fotos da ordenação. Clique Aqui

 

Fonte: PASCOM ArqPOA

E aí tchê

Subsídios

© 2017 - E aí tchê Site produzido pela Netface